Novelas do Oeste Distante

Novelas do Oeste Distante

quinta-feira, 26 de maio de 2016

NOD049. O vingador


Bill voltou-se para trás e ficou maravilhado. A uma janela assomavam os cabelos de mulher mais bonitos que algum dia vira. E, sob os cabelos, um rosto como nunca contemplara. Meteu o cavalo a par da janela. E levou a mão à aba do chapéu.
- Boas tardes, menina! Chamo-me Bill Serven. E você? – como a jovem voltasse o rosto para outro lado, prosseguiu: - Não receie que nos persigam os índios. Mesmo nesse caso, estarei eu aqui para jogar a vida pela sua tão deslumbrante.
A rapariga, que não passaria dos vinte e dois anos, cravou por um momento os olhos azuis nos do cavaleiro. Este continuou:
- Nunca supus que alguma mulher pudesse arrancar um bocado do céu para o fechar debaixo das pálpebras. Os seus olhos brilham mais que o Sol. Em compensação os seus cabelos parecem raios do astro rei. Pode dizer-me se vem do céu?
A jovem voltou-se para dentro do carro depois de correr a cortina…
 
Esta é uma passagem de «O vingador», o número 1 da famosa Coleção Cow-boy, que aqui disponibilizamos integralmente. Um texto de Raf G. Smith
 


















 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Mais livros

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...